Estado pouparia 121 milhões se mudasse do Windows para um S.O. livre (OU Não!)

Recebi ha pouco tempo numa das newletters da Exame Informática esta noticia que de acordo com a ANSOL o Estado poderia poupar, pelo menos, 121 milhões de euros se optasse por software livre. A Associação Nacional para o Software Livre somou os custos de cinco compras de licenças à Microsoft.

Tudo isto é muito bonito mas bastante mais complexo do que o que esta associação enuncia, além de os utilizadores  estarem habituados a usar o Windows e Office, acabam por usar também o SharePoint, o Exchange, como servidor de email , a base dados SQL e até mesmo o antivirus desenvolvido pela multinacional Microsoft. Mas o problema estende-se muito para além da habituação dos utilizadores, isto porque esta questão mais ou menos morosa teria sempre solução, o meu problema prende-se com os custos da alteração e manutenção de um SO face ao outro.

Lembrem-se que o estado representa centenas senão milhares de funcionários, cada um deles com o seu computador e respectivo Sistema Operativo, assim sendo, imagine-se a quantidade de problemas que não devem existir somente num dia, convenhamos que grande parte da população portuguesa consumidora de tecnologia não a sabe usar da melhor maneira, e o ideal Linux, um bom exemplo de um SO livre, já não é o que era.

Antigamente era robusto, seguro conseguindo-se atingir o pretendendido, um SO que embora fosse simples, sem um grande ambiente gráfico, não tivesse bugs nem “crachasse”, mas a partir do momento em que se utiliza um ambiente gráfico como o do actual Ubuntu 10.04, por omissão o GNOME, bastante pesado, com muito consumo das capacidades do processador, da memória RAM e da GPU, a ocorrência de bugs e problemas aumenta exponencialmente e eu questiono-me quem pagaria o arranjo dos computadores nesse caso? Eu respondo, o Estado!! Quem daria formação sobre a utilização do novo Sistema Operativo? isto porque praticamente são uma minoria os portugueses que alguma vez utilizaram Linux! Eu respondo, o Estado!! Quem pagaria a formação para utilização do novo Office? Eu respondo, o Estado!! Quem pagaria a mudança de Sistemas Operativos, do Windows para Linux, ou outro qualquer livre, em todos os computadores existentes? O Estado!! Quem pagaria a assistência técnica para os Sistemas Operativos ? O Estado!! E mais importante de tudo, quem é o estado? Todos nós!! Logo, quem pagaria toda esta mudança?  Todos nós!! E quem está com problemas mais graves neste momento com que se preocupar? Todos nós!!

Poderia até ser uma solução a ter em conta, mas não neste momento, não no estado actual das contas do País. O custo da alteração de um Sistema Operativo para outro pode revelar-se bastante caro, mesmo que este seja gratuito. Deve-se portanto ter em conta a altura em que submete uma empresa à mudança, quanto mais no governo de um País! Talvez seja melhor ter em conta que os contractos que o estado faz com a Microsoft contemplam assistência técnica, formação em determinados contextos, Software recente, software com que todos sabem lidar (Se não sabem rapidamente alguém lhes explica, pois não falta quem trabalhe com tecnologia Microsoft), etc… Deste modo reduz-se os custos à quantidade de licenças adquiridas.

Anúncios

2 comments

  1. As pessoas do software livre, tentam muita vez passar a imagem errada de que software livre = Software Grátis. É isso que a ANSOL anda sempre a tentar passar. Mas claro que isso é totalmente falso, tudo o que dizes é verdade acrescentando ainda o facto de a Manutenção de Sistemas Linux é geralmente mais cara do que a de Windows, porque a quantidade de Técnicos Linux é muito inferior à de Windows.

    Para não esquecer, que o estado não iria com certeza ao site do Ubuntu sacava uma distribuição e mandava a sua equipa de IT fazer a migração… Isto não é verdade. O Estado teria de pagar a uma empresa como a Red Hat ou outras para fazer o package necessário ao funcionamento da Função Pública, todas as aplicações que neste momento só existem em Windows e tudo o resto. Além disso teria de pagar uma SUPER factura mensal a essa empresa, tal como agora paga à Microsoft. Ou seja, provavelmente isso tudo já foi colocado lado-a-lado e chegaram à conclusão que a Microsoft como parceiro, tem mais a dar do que essas outras empresas… Porque ambas levam dinheiro por esse serviço, é uma questão de descobrir quem é o melhor fornecedor…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s